A Ermida de São Rafael

A região da Vidigueira é rica em monumentos históricos e vestígios arqueológicos, que se juntam à sua rara beleza natural, colorida pelas margens do Guadiana e outros cursos de água. Pode mesmo dizer-se que existe magia em cada recanto, sendo por isso pertinente a Morais Rocha Wines dedicar um olhar mais atento à terra que a viu nascer e que diariamente lhe define o ADN.

Nas ermidas e igrejas espalhadas um pouco por todo o concelho reside uma importante parte de um passado que se funde com a história do próprio país. É o caso da Ermida de São Rafael, mandada erigir no início do século XVII pensa-se que pela mão de D. Francisco da Gama, 4º Conde da Vidigueira e Vice-Rei da Índia, para receber a imagem de São Rafael, que acompanhara Vasco da Gama (seu bisavô) na expedição marítima que este fez à Índia.

blog1.jpg

Embora não existam provas concretas, acredita-se que este templo mereceu desde logo uma considerável devoção, chegado a originar peregrinações e romarias populares. Mais tarde, já no século XIX, esta ermida foi profanada, ficando depois em ruínas. A imagem de São Rafael foi transferida para o Recolhimento do Espírito Santo, seguindo-se uma mudança para o Mosteiro dos Jerónimos aquando da trasladação dos restos mortais de Vasco da Gama para este monumento. Haveria ainda de rumar ao museu da Marinha, onde se encontra actualmente.

Quanto à ermida,  foi alvo de restauro nos anos de 1912 e 1942, seguindo-se a recuperação do seu interior em 1980. No exterior, por cima da porta, existe uma lápide que assinala a sua origem, com a seguinte inscrição:

ESTA ERMIDA FOI MANDADA ERIGIR
PELOS DESCENDENTES DO CONDE
D. VASCO DA GAMA PARA RECOLHER
A IMAGEM DE S. RAFAEL QUE O
GUIOU DA INDIA
RESTAURADA PELA CÂMARA MUNICIPAL
EM 1942.
Advertisements

A essência do Porto

IMG_4235.JPG

É um Porto cheio de estilo e sofisticação, aquele que recebe a Essência do Vinho e logo numa das suas jóias da coroa, o magnífico Palácio da Bolsa. Sente-se uma energia contagiante no ar, uma espécie de convergência colectiva em busca do novo vinho preferido, mesmo aquele que faltava conhecer, tudo num ambiente de muita boa disposição onde toda a gente parece conhecer-se há bastante tempo.

IMG_4291.JPG

A Morais Rocha Wines está presente pela primeira vez e no meio de toda a curiosidade que os seus vinhos despertam, testemunha também o frenesim de um evento que é verdadeiramente único e onde tudo parece acontecer depressa, muito depressa. Sucedem-se as provas comentadas, as harmonizações, sem esquecer as visitas ilustres, que incluem políticos e personalidades da vida social.

IMG_4241.JPG

Lá fora, o Douro corre no seu ritmo calmo e sereno, esperando que a noite caia para que esta cidade se torne ainda mais encantadora. Uma cidade que diz presente nas diversas salas ocupadas pelos expositores, movimentando-se de forma apertada entre elas, numa avidez que dá sentido a tudo o que se diz sobre a Essência do Vinho. Sim, esta é mesmo a principal experiência em Portugal. E que experiência!

IMG_4263.JPG

IMG_4323.JPG